reumatismo e asma

 

reumatismo e asma

Dona Luzia Peralta Silva, 69 anos. Aposentada, mora sozinha, é ajudante voluntária no Projeto Viver Natural.

Dona Peralta, como é mais conhecida, hoje sorri, anda muito, faz seus afazeres sem ajuda, mas a 2 anos e 6 meses atrás a história era diferente.

Dona Peralta é viúva, cuidou do marido por 18 anos com uma doença antes dele falecer. Tem 2 filhos, um mora em Portugal, outro no estado do Paraná, mas sempre estão por perto quando podem.

As consequências que o tempo trouxe

Ela fazia doces em casa, para complementar a aposentadoria. Ficava em pé por 6 horas fazendo movimentos repetitivos mexendo seus doces, depois saía de casa com um cesto para vende-los. Isso lhe trouxe o começo de suas dores, que a acompanhou por 15 anos.

Reumatismo e Asma

Sentindo muita dor nas articulações e músculos, ela procurou um médico, fez exames, e diagnosticou que estava com 3 vértebras da coluna entortando, e lhe deu a notícia que estava com Reumatismo. E ela já tinha Asma, sempre andava com sua bombinha no bolso.

Para as dores, o médico receitou antibióticos, dipirona, cada vez mais fortes. O que lhe ocasionou feridas no estômago. E para a coluna, fisioterapia de 2 em 2 meses.

O sofrimento

Assim começou seu tratamento, até que o SUS cortou o atendimento para fisioterapias e seus medicamentos não se encontravam mais nas farmácias populares. Então teria que pagar caro nos seus remédios e pagar R$25,00 em cada sessão de fisioterapia. Para uma aposentada, que não podia trabalhar mais, andar muito atrás de remédios, com dores e asma, isso era um pesadelo!

Vendo que os remédios ficaram caros, e as fisioterapias não adiantavam, a asma que nunca melhorava, ela tentou fazer remédios caseiros. Ao saber disso, o médio que a atendia por anos disse: “Desse jeito vamos parar seu tratamento. Melhor a senhora ir para um asilo.”. Ao ouvir isso, Dona Peralta ficou muito triste, depressiva, e sua situação acabava piorando mais. E para piorar, ela pegou Dengue.

Com a Dengue, ela teve que ir várias vezes ao posto de saúde, e toda vez que ia, só tomava soro e fazia exame de sangue. Foi ficando fraca, pois fora a Dengue já tinha outros problemas, ela já não aguentava mais andar sozinha.

Para piorar…

Ela foi levada ao hospital para ser internada, foi aí que sofreu também com o mal atendimento. As enfermeiras a mandavam tomar banho, mas ela não aguentava ir sozinha, foi então que uma delas foi levar ela de cadeira de rodas para o banho e a deixou cair por várias vezes, até que desmaiou. Ela já não tinha boas noites de sono por conta das dores do Reumatismo, agora já não tinha mais posição para deitar devido aos hematomas. Bolsas e bolsas se soro foram injetadas nela, tanto que lhe ocasionou água nos pulmões, Pneumonia,  prejudicando ainda mais a Asma.

Pode parecer muito, mas quem é idoso sabe que as dores vem com o tempo e se não tratadas, podem aparecer mais ainda. E com a fraqueza veio a queda de cabelo. E um exame de mamografia diagnosticou 5 nódulos nos seios. Já era demais para aguentar. Dona peralta se viu no fundo do poço.

A melhora

Os médicos lhe deram alta, e ela foi para casa. Ainda mal podendo se movimentar sozinha. Foi então que um padre amigo, Pe. Reinaldo, foi visita-la, ele já fazia tratamento com o Frei Jonas e indicou a ela que fosse a procura de tratamento natural. E ela ligou marcando uma consulta e foi.

No Dia 8 de março de 2013, ela foi a consulta. Foi receitado a ela Cloreto de Magnésio, xarope, clorofila, vinhos preparados, terapias florais e aplicação de argila e cartilagem. Uma pessoa com tantos problemas, para tudo isso de remédios. Mas foi aí que começou sua melhora. Ela que dormia sentada, por conta da asma e da água nos pulmões, dois dias depois de tomar o xarope 3 vezes ao dia, já se sentiu melhor para dormir bem. O peito não chiava mais, respirava melhor, teve uma boa noite de sono! A Asma que ela tratava a 18 anos com um pneumologista já ia desaparecendo.

Mais um problema

As dores do Reumatismo e da coluna já estavam quase indo embora, quando ela teve que retornar ao seu médico, que já estava marcado há tempos. O médico lhe aplicou uma injeção na perna, para os problemas de Varizes, mas lhe disse que era uma injeção experimental, esse experimento piorou suas dores. Sua perna inchou e nem conseguia dobrar a perna.

A equipe do Projeto Viver Natural teve que correr. Várias aplicações de argila eram feitas todos os dias até que sua perna desinchou e voltou ao normal.

O alívio

Hoje, Dona Peralta não tem mais nódulos nos seios, devido as aplicações de argila, garrafadas e clorofila. Não tem mais Asma, por conta do xarope. Não tem mais dores nos ossos devido ao Cloreto de Magnésio, as dores de anos de Reumatismo já quase sumiram. A queda de cabelo, o xampu natural resolveu. Todos os dias toma clorofila para se prevenir, e segue com tratamentos naturais. Ela já não toma mais nenhum remédio de farmácia. E segue feliz da vida!

Segue o vídeo do depoimento de Dona Peralta. Aumente o som porque ela fala bem baixinho! rsrsrs

Conhece a Dona Peralta? Se identificou com o caso dela? Já fez tratamento natural e foi curado(a)?

Então comente aqui, compartilhe, e ajude as pessoas que passam pelos mesmos problemas a encontrarem a cura!